15 de dez de 2006

Colar em contas e croche, bordado com fitas e sianinhas



Hoje não tive muito tempo para espiar os blogs de minhas amigas, alias eu sou amiga delas, mais elas nem sabem disso, uma vez que visito seus blogs quase todos os dias.

Hoje tive uma idéia de fazer comentários e reportagens sobre a cidade que moro. Se der tudo certo em breve vou dar uma turbinada no meu blogger e fazer umas modificações.

Hoje vou postar um colar de minha confecção e alguns recortes de revistas.



Essa é minha modelo favorita, minha filhota Débora Christina, usando um colar regulável de contas e flor de crochê.


Essa reportagem é sobre bordado com fita e sianinha, ficou lindo, fiz em uma bolsa jeans e todo mundo amou.

Pode-se usar em qualquer tecido.

Em pano de prato, ou toalha de prato, como chamam aqui onde moro, fica muito bonito também.

Um abraço e até breve.

14 de dez de 2006

CHINELO BORDADO COM MISSANGAS E BOLSA DE CHITÃO.



Ola!

Hoje não sei porque estou melancolica, sinto muita saudade de minha mãe.

Fico lembrando quando chegava no portão dela e gritava: "MA'MINHA" e ela levantava meio desengonçada e me mandava entrar.

Lembro também dela deitada imóvel na cama me olhando, sem dar um gemido, nem um muxôxo, resignada e eu me sentindo impotente, tentando adivinhar o que ela queria, o que sentia. Quanta duvida, quanta angustia...

Hoje não sei porque fiquei lembrando e chorando, sentindo sua presença ao meu lado.


Vou postar fotos de trabalhos de minha futura nora, Fernanda, ela tem ótimas habilidades.

De vez em quando ela chega com algum trabalho novo e eu (espertamente) tiro uma foto e digo que é para colocar no meu blog.

Esse chinelo ela encapou com fita de cetim e bordou com paetês.

Ficou lindo!


A paixão dela é meu filho e depois bolsas. Ela tem várias e volta e meia faz outra. Tem lindos modelos.

Essa ela fez de chitão, que por sinal está na moda.


Essa é Fernanda e Júnior (meu filho), quando fizeram aniversário de um ano e nove meses de namoro.

Ele a surpreendeu com um buquê de flores, ela ficou toda feliz (quem não ficaria?).


Até mais.